Spa de Ideias

As Pessoas Falam Demais

04/08/2012 01:45

Se você não quer casar é porque você tem algum problema ou é homossexual e mais, quem vai cuidar de você no final da vida?

Se você não tem filhos, você com certeza têm problemas emocionais ou físicos, pois não é “normal” uma pessoa não desejar ter um filho!

Se você é mulher, tem filhos e trabalha fora, você é uma mãe desalmada que não cuida. E não é incomum ouvir as pessoas falarem: “Se era pra ter e não cuidar, pra que teve?”.

Se você tem filhos e resolve ficar em casa e se dedicar aos cuidados e educação dos seus filhos, você muitas vezes é taxada de malandra ou preguiçosa porque “só fica em casa cuidando da casa e filhos”. Só?! Desafio a quem pensa assim a trocar de lugar com uma mãe por um dia pra ver se aguenta!

Se você tem um filho, todos acham que você deve dar um irmãozinho ao primeiro. Caso contrário o pobre do primeiro filho vai ser solitário, infeliz e provavelmente terá problemas emocionais na vida adulta.

Se você tem o terceiro filho, meu Deus... Você com certeza têm filhos demais. 

Se você é homem se dedica a família em seus finais de semana e não vai para o bar falar abobrinhas e tomar um chope, você é um coitado, um mandando pela mulher. Mas, veja bem, se você for, é bem capaz de que um dos seus próprios companheiros de bar lhe julgue dizendo que você como pai de família deveria estar em casa em não num bar.

Se você é fiel, alguns vão te achar bobo ou idiota. Se você assumir que trai descaradamente, vai ser apontado como um mau-caráter ou sem vergonha. 

Se você trabalha o suficiente para uma vida confortável, porque acha que é o melhor jeito de preservar sua saúde e ter mais tempo para estar com sua família, provavelmente alguns vão dizer que você não tem ambição ou é um tremendo de um acomodado e preguiçoso. Mas, se você viver pra trabalhar, não faltará quem lhe diga que de nada adianta dinheiro e coisas materiais se você não tiver saúde e boa convivência familiar. 

Se você não estuda muito, as pessoas dizem que você não vai chegar a lugar algum, mas se você decidir estudar muito e por longo tempo, não faltará os que vão falar: “o que adianta estudar tanto pra nada?”.

Se você mora numa casa ou apartamento pequeno, sempre vai ter alguém dizendo que você precisa de algo maior. Mas, se você for morar num lugar maior, certamente alguém lhe dirá que você não precisava de algo tão amplo assim.

Se você nunca fez uma viagem ao exterior, com certeza ouvirá que esta experiência é única e você tem de ter o quanto antes. Mas, se você já viajou, não será estranho que alguém comente em suas costas que conhecer o mundo lá fora e não conhecer o país onde vive é insensato.

Se você esta acima do peso e não esta fazendo nada para voltar a melhor forma, sempre vai ter alguém dizendo que você não tem força de vontade, que devia estar fazendo algo por si mesmo e por sua saúde. Mas, se você estiver num aniversário ou jantar e começar a recusar porcarias porque esta se cuidando, imediatamente você passará a ser denominado como um neurótico. 

Se você não cuida da sua aparência, é relaxado ou desleixado. Se você cuida, seja pouco ou muito, será o vaidoso e até mesmo julgado como fútil. 

Ou seja, minha gente... As pessoas realmente falam demais. Se formos dar atenção pra tudo que falam, a gente morre doido. Não sejamos um bando de “Maria vai com as outras”. 

Não façamos isso ou aquilo por medo do que vão dizer ou falar... Muito menos fazer algo porque é o que tudo mundo faz. Porque já ficou mais do que claro: Sempre vão falar alguma coisa. Sempre vão contrariar o caminho que você escolher. Então, como já disse certa famosa um dia: “Falem bem, falem mal... Mas falem de mim”. 

Falem, porque eu não to nem aí!

Vamos fazer uma campanha pela vida... Cada um cuide da sua!
Comentários
Identifique-se ou cadastre-se para comentar