Fábrica Renaux tem recuperação judicial aprovada por credores

Decisão foi tomada em Assembleia Geral dos credores da empresa, realizada no dia 28 de junho, e ainda aguarda homologação do Poder Judiciário

02/07/2012 20:36 | Victor Fernando Pereira

Em Assembleia Geral realizada na quinta-feira, 28 de junho, no Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação, Malharia, Tinturaria, Tecelagem e Assemelhados de Brusque (Sintrafite), os credores da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux S/A aprovaram o plano de recuperação judicial da empresa.

A decisão, que teve voto favorável de 99,6% dos credores, ainda aguarda homologação do Poder Judiciário para ser oficializada, mas mesmo antes disso acontecer, ficou estabelecido que a partir do dia 28 de setembro (90 dias depois da aprovação do plano), a Fábrica repassará mensalmente R$ 95 mil ao Sintrafite até a quitação total da dívida com os trabalhadores.

A divisão proporcional desse valor será feita pelo sindicato, em uma logística que ainda está em estudo.

Para detalhar e explicar a situação para funcionários e ex-funcionários da Renaux que têm processo trabalhista contra a empresa, o Sintrafite fará uma reunião de esclarecimento em sua sede na sexta-feira, 6 de julho, às 16 horas.

R$ 5 milhões

A aprovação do plano judicial no dia 28 ocorreu apenas na segunda assembleia. Anteriormente, em maio, divergências entre os credores quanto aos itens da recuperação travaram o parecer positivo da maioria.

Agora, além do repasse mensal, o Sintrafite também vai receber parte de um crédito que a Renaux possui com a Eletrobras - Centrais Elétricas Brasileiras S/A.

- Ficou acordado que serão repassados R$ 5 milhões, originados desse credito da empresa. Assim que houver o pagamento por parte da Eletrobras, esse valor vai para o Sintrafite, que fará a distribuição para cobrir o crédito trabalhista. Mas é importante ressaltar que esse processo está em fase de cobrança, e o dinheiro ainda não está com a Fábrica Renaux nem com o Sintrafite - diz o presidente do sindicato, Altair Stofela.

A expectativa é que a ação entre Renaux e Eletrobras seja concluída em breve, garantindo o pagamento aos trabalhadores até dezembro deste ano.
Além do repasse mensal, o Sintrafite também vai receber parte de um crédito que a Renaux possui com a Eletrobras - Centrais Elétricas Brasileiras S/A- Crédito: Arquivo MDD

Comentários
Identifique-se ou cadastre-se para comentar